Eu Conheço Alguém Que Morreu de Tanto Amar!

Eu te amo...

Mas, melhor do que eu possa querer amar você, Deus te ama ainda de uma maneira muito melhor do que a minha, pois te ama + do que o amor que eu, pessoalmente possa crer ser o + perfeito!

Ele entregou Seu Filho a ti e a mim por amor, e para isso, se entregou, morrendo por todos os nossos pecados, grandes e pequenos.

Você não precisa de + nenhum acessório para querer a Ele, em sua vida:basta reconhecer que,como todo ser humano,necessita desse amor que Ele lhe ofertou,na cruz.

E, a partir desta simples atitude,você será como eu sou: amada com um amor + do que perfeito!


Um pouquinho de mim para ti...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010



As vezes ficamos,sim,furiosos...
Em outras,somos levados pelo descontrole...
Então,pensamos já ter passado a fúria,
E,de novo,esbarramos em nosso orgulho ferido...
E podemos perceber que a fúria não foi embora,
Nem passou,mas estava apenas muito bem guardada em nós.
Nos indignamos,e até a própria razão aponta
Que estamos certos...
Perdemos a compreensão,deixamos de lado o altruísmo...
Damos lugar ao egoísmo,e com ele,à solidão...
Todos os sentimentos contrários
Aos que queremos ter no coração,nos abatem,
E trazem até nós uma certa fraqueza emocional.
Ficamos furiosos...Indignados...Sem controle algum...
Egoístas,não lembramos sequer o quanto o outro necessita de nós!
Damos as mãos,em uma forma de cumprimento sociável...
Mas não deixamos o outro fazer parte de nossa vida diária e comum...
Oferecemos o olhar de amizade,mas não conseguimos
Entregar o coração um ao outro de todo...
(será pelo medo de ter de entregá-lo para sempre?)
Furiosos.Indignados.Feridos e confrontados na alma...
Abatidos,mas não querendo deixar transparecer que estamos frágeis...
E o vulnerável é apenas e tão somente o estado
Em que Deus quer nos encontrar!
Ficamos assim,muitas vezes...
Num desassossego que parece não ter fim,
Em ritmo acelerado por dentro,tentando,desesperadamente
Em um silêncio formal,manter uma tranquilidade exterior...
Descontrole.Fúria.Indignação.Egoísmo.Solidão.Incompreensão.
E aí vem o amor de Deus, e nos consola com seu abraço...
Com seu olhar,de amor que não se opõe,
Mesmo discordando de nossas atitudes desenfreadas...
O amor,muitas vezes,pode ser incompreensível...
Mais do que a razão possa suportar
E além do que a mente consiga entender,
O coração nos fortalece,em meio à todas as situações de crise
Pelas quais passamos...
Ainda que a fraqueza queira nos derrubar,
E tente,de todas as maneiras,suplantar o amor...
"O AMOR É FORTE COMO A MORTE..."
(Cantares 8:6)

3 comentários:

Márcia Carlson disse...

o que fazer quando descobrimos que o nosso coração abriga sentimentos tão mesquinhos e contrários ao que cultivamos diariamnete...e somos sabedores disso somente quando situações que fogem ao nosso controle nos acometem!!!
A raiva, o orgulho, a falsidade são exemplos de alguns deles e nós, que sempre procuramos despender o amor entre todos, não queremos acreditar e nem aceitar que somos hospedeiros de tais sentimentos...e a vergonha inevitavelmete vem à tona...e uma tristeza profunda porque dar opiniões e receitar felicidade e autocontrole para os outros é facílimo, mas quando é para nós é tão difícil...sabe por que? Porque somos ORGULHOSOS, então observamos que estes tipos de sentimentos desejam aflorar em nosso íntimo, sentí-los não é o problema...o problema é deixá-los nos dominarem...
Mas como nós somos templo do Espírito Santo não nos intimidamos para tudo aquilo que nos corrompe, por que Ele nos consola e amansa nossos corações...tenhamos fé por que o domínio próprio também é dom do Espírito!{gálatas 5)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Roselaine, querida amiga deste planeta, me chocaram suas palavras no meu blog, pq vc sentiu tão bem, com tÃO poucas palavras....
e então venho aqui e confirmo o que às vezes teimo em esquecer. Só o amor de Deus pode ter o poder de acalmar meu coração. Ele é mesmo o meu conforto.

Lista Telefonica disse...

bom mesmo!